A que distância do corpo devemos manter o celular?


omsEste assunto é muito polêmico, pois envolve os interesses econômicos das fabricantes de dispositivos móveis em geral, como celulares, smartphones, notebooks, etc. A outra parte envolvida são os consumidores, usuários destes dispositivos, que nem sempre podem contar com a responsabilidade social e respeito devido a eles pelas fabricantes de tais aparelhos.

Os manuais das produtoras de telemóveis recomendam, geralmente, a distância de 1,0 a 2,5 cm, mas não oferecem um mecanismo para que o usuário controle essa distância, além de que o usuário pode apresentar dificuldades de audição ou o aparelho pode não apresentar qualidade na emissão de som para ser nitidamente percebido a essa distância. Talvez fosse o caso daquelas fabricantes de maior idoneidade e maior espírito de competitividade pensarem em produzir sistemas de sons nestes pequenos aparelhos de modo personalizado para cada usuário potencial. Fica a sugestão.

Mas seria esta distância suficiente para prevenir danos à saúde do usuário? No curto prazo talvez sim, no longo prazo talvez não. Um estudo supervisionado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), datado de moutubro de 2011, denominado Projeto Interphone chegou à conclusão que aparelhos móveis de telecomunicação, se usados por mais de 30 minutos diários durante 10 anos podem causar tumores cerebrais (câncer). Esta foi a primeira vez que a OMS reconheceu esta possibilidade.

Em relação a outras partes do corpo exposta a radiofrequência, o uso do celular, não observando a distância mínima recomendada, também pode causar danos nas células do nosso organismo, podendo afetar nosso DNA, assim com os processos bioquímicos e fisiológicos que ocorrem no interior de nossas células, que estão em funcionamento sob condições muito específicas.

Apesar dos fabricantes recomendarem uma distância mínima de uso, é de bom alvitre, utilizar uma distância ainda maior, pois todos nós estamos sujeitos a outras fontes de ondas eletromagnéticas em nossa casa, em nosso trabalho e na cidade, como por exemplo, ondas de rádio e TV, redes wireless, torres de celulares, etc.

Existem estudos de que o celular, se usado próximo dos órgãos sexuais masculinos, devido ao costume dos homens de portarem o celular no bolso, pode causar infertilidade; se portado no bolso da camisa, pode afetar os batimentos cardíacos, em função dos possíveis danos aos tecidos celulares, que podem ser causados tanto pelos efeitos térmicos como pelos não térmicos da radiofrequência; em cardíacos usuários de marca-passo, altera o funcionamento de tal instrumento médico.

Podemos ainda citar outros problemas verificados por estudos, resultantes do contato do aparelho celular com nosso corpo; em mulheres grávidas, se em contato com o ventre ou o simples uso de duas a três vezes por dia, pode atingir o feto e a criança desenvolver transtornos comportamentais; podem causar zumbidos crônicos se usados 10 minutos por dia em pelo menos quatro anos; se deixado em contato com estruturas ósseas, pode reduzir a densidade, deixando-as menos resistentes..

dna-testing-lgMas então o que fazer? Parar de usar o celular? Abandonar seu uso? Nada disso é preciso. Devemos apenas aprender a usá-lo racionalmente e para ajudá-lo a alcançar este objetivo, temos aqui algumas recomendações que podem ser muito valiosas para sua saúde:

(1) Use o celular de modo que a antena fique bem afastada de seu corpo, use-o com as mãos livres, evite conversas desnecessárias e ou longas ao celular e, ao atendê-lo, troque frequentemente de ouvido, de 30 em 30 segundos, pois este tempo é suficiente para evitar aquecimento e, consequentemente, danos à audição;

(2) Limite suas conversas a períodos curtos, se possível até seis minutos e não o utilize por mais de 30 minutos diários, conforme previsto pelo estudo da OMS, ou estabeleça, você mesmo, um período de tempo inferior, levando em conta as fontes de ondas eletromagnéticas que você tem ao seu redor; para ligações demoradas, prefira utilizar o fixo tradicional, dependente de fios;

(3) Use fones de ouvido com fio ou sem fio, embora ambos apresentem restrições, ainda assim, a utilização de um deles reduz a exposição à radiofrequência. Outra alternativa é utilizar o viva-voz ou, preferivelmente, utilize as mensagens de texto;

(4) Verifique, no ato da compra de um celular, se o aparelho tem o selo da ANATEL, que geralmente está gravado na bateria, referente à taxa de absorção por quilo pessoal (SAR), atualmente fixada pela OMS em 2 watts de potência quando se fala ao celular; escolha um modelo que apresente baixa taxa de absorção SAR;

(5) Limite o uso de aparelho celular para crianças, pois sua massa corporal é bem inferior a de uma pessoa adulta, além de que seu cérebro não está completamente formado, portanto, estão sujeitos a maiores danos;

(6) Ao fazer ligações, faça-as a partir de um ambiente aberto, pois desse modo o sinal é mais forte e a quantidade de radiação eletromagnética (EMR) emitida pelo celular aumenta quando o sinal está fraco, por isso você deve evitar de fazer ligações em ambientes fechados como prédios, carros, elevadores, etc.;

(7) Desligue o celular em ambientes metálicos como veículos e elevadores, pois o metal reflete a EMR, o que aumenta a sua quantidade no ambiente;

(8) Desligue o celular durante uma viagem de trem ou avião, pois, neste caso o celular emite EMR ao máximo, já que ele tenta se conectar com as torres encontradas pelo caminho;

(9) Na medida do possível, procure manter o celular longe de seu corpo, em pelo menos 2m, e desligue-o antes de dormir. Também não durma com ele debaixo do travesseiro nem o utilize como despertador, pois a EMR emitida pelo celular reduz a qualidade do sono, já que não permite a recuperação do corpo das radiações eletromagnéticas que recebemos durante o dia.

(10) Para usuários de marca-passos recomenda-se que evitem portar o celular no bolso da camisa e segurem o celular sempre com o braço oposto ao lado que está o marca-passo, para reduzir a aproximação entre estes dois aparelhos, pois a energia do celular causa interferência no marca-passo.

Fonte: internet

7 thoughts on “A que distância do corpo devemos manter o celular?

  1. I just want to say I am just all new to blogs and actually savored you’re blog. Likely I’m planning to bookmark your website . You surely have beneficial articles and reviews. Thanks a lot for sharing your web site.

  2. I simply want to tell you that I am all new to blogging and site-building and really liked your web site. Most likely I’m planning to bookmark your blog post . You absolutely have awesome well written articles. Cheers for revealing your web-site.

  3. like to send you an email. I’ve got some ideas for your blog you might be interested in hearing. Either way, great website and I look forward to seeing it grow over time.|

  4. Heya just wanted to give you a quick heads up and let you know a few of the pictures aren’t loading properly. I’m not sure why but I think its a linking issue. I’ve tried it in two different internet browsers and both show the same outcome.|

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *