Os possíveis riscos dos dispositivos móveis à saúde e outros riscos


91170-erdsaudeO advento dos celulares e outros dispositivos móveis trouxe muitos benefícios para as sociedades contemporâneas no setor das telecomunicações, aproximando pessoas e trazendo comodidade quanto ao uso dos telefones e mais liberdade para proceder e receber ligações. No entanto, associado a esta tecnologia baseada na emissão e recepção de radiações não ionizantes, está uma antiga suspeita de que ela pode ser geradora de problemas de saúde para seus usuários.

Todo dispositivo móvel baseado na recepção dessas radiações é um potencial suspeito de ser um agente causador de males para a saúde. Acredita-se, de modo geral, que mesmo pequenos efeitos adversos à saúde podem ter significativas implicações na saúde pública.

Os telefones móveis só emitem radiofrequência (RF) quando realizam uma chamada, além disso, para manter as ligações, são usados somente sinais de baixa frequência. A RF utilizada pelas operadoras, que segue recomendações e padrões internacionais dentro de uma determinada faixa, penetra no organismo humano em até 1cm. Esta energia causa um pequeno aquecimento do organismo, que é controlado pelo próprio organismo, por meio de processos reguladores de temperatura.

Dentre os efeitos negativos sobre a saúde humana que são atribuídos à RF, o principal é o câncer cerebral, mas também sua ocorrência em outras partes do corpo é possível. Em ratos submetidos a campos RF, de acordo com um estudo de 1997, a taxa dos que foram geneticamente alterados e desenvolveram linfomas foi aumentada, mas não se sabe das implicações deste resultado para seres humanos, estudos recentes não encontraram evidências convincentes que relacione o uso de dispositivos moveis a risco de câncer.

Além do câncer, outros efeitos, embora pequenos e não expressivos o suficiente para afetar a saúde, são relatados por cientistas como alteração da atividade cerebral, nos tempos de reação e nos padrões do sono.

Outras doenças relacionadas ao uso de dispositivos móveis são infertilidade masculina, estresse, depressão, dores nas costas, no pescoço e na coluna originadas de postura inadequada.

De acordo com o site affematsaude recentemente foram relacionadas oito novas doenças provocadas pelo uso de dispositivos móveis: síndrome do toque fantasma (impressão de que o celular está vibrando no bolso/bolsa); nomophobia (medo ou ansiedade de ficar sem telefone móvel); náusea digital ou cybersickness (desorientação e vertigem em ambientes digitais); depressão de Facebook, (falta de interações sociais originadas do Facebook); transtorno de dependência da internet (vontade doentia e constante de acessar a Internet); vício de jogos online (desejo doentio de acessar jogos multiplayer online); cibercondria ou hipocondria digital (disposição para acreditar que você possui doenças sobre as quais leu na internete); efeito Google (tendência cerebral de reter menos informação porque se sabe que elas estão ao alcance de alguns cliques).

Outros riscos no uso de dispositivos móveis envolvem acidentes de aviação, quando tais dispositivos são usados durante a condução, além da possibilidade de causarem interferência em dispositivos aeronáuticos e médicos (pacemakers4, desfibriladores, aparelhos auditivos, etc.).

Fonte: internet

One thought on “Os possíveis riscos dos dispositivos móveis à saúde e outros riscos

  1. I just want to tell you that I am just very new to blogs and absolutely liked your blog site. Very likely I’m planning to bookmark your website . You really come with superb articles and reviews. Thanks a lot for sharing your blog.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *