Xiaomi Redmi 2: Conheça o smartphone dual chip com acesso à rede 4G nos dois chips, considerado outro rei do custo-benefício

xiaomi-logoOs smartphones ainda são os móbiles mais populares no Brasil e no mundo, e isto porque possuem diversas funcionalidades que os tornam desejáveis por bilhões de pessoas. No Brasil, em 2014, foram vendidos 104 smartphones a cada minuto, e as previsões de venda para 2015 foram de 63.3 milhões de smartphones. Entretanto, a atual conjuntura econômica por que passa o país não é das mais favoráveis para o consumo, por isso o consumidor tem recorrido principalmente ao crédito e parcelamento para realizar suas compras, ao mesmo tempo que procura minimizar o endividamento pessoal pela avaliação da conveniência de compra e aquisição de bens desejáveis, de sua utilidade, prioridade e principalmente do custo-benefício. E levando em conta estes dados, foi que resolvemos fazer esta pequena revisão sobre o smartphone Xiaomi Redmi 2, um dos smartphones de melhor custo-benefício do momento, com o objetivo de proporcionar ao leitor do blog Notebooks e Similares, a melhor informação possível para a tomada de decisão por ocasião de uma eventual compra.

Xiaomi Redmi 2

O Xiaomi Redmi 2 pertence a uma marca chinesa que vem se popularizando no Brasil. Trata-se da Xiaomi, que chegou ao Brasil em junho deste ano (2015), trazendo na bagagem a fama de ‘Apple chinesa’, fato atribuído a algumas semelhanças de seus aparelhos com os aparelhos da empresa de Cupertino, a começar pelo design. Esta empresa chinesa já chegou agradando a muito usuários, principalmente por praticar preços bastante atraentes e populares para seus dispositivos. O Xiaomi Redmi 2 foi incluído entre os melhores dispositivos de 2015 na categoria de smartphones de entrada, na qual disputa, juntamente com o Zenfone 5 e o Moto G – 3ª Geração, o título de rei do custo-benefício.

O Xiaomi Redmi 2 é um smartphone dual chip com acesso à rede 4G em ambos, apresenta um desempenho satisfatório, que leva o usuário a ter uma experiência agradável no seu uso, e isto porque realiza, a contento, as atividades mais rotineiras da maioria dos usuários, como navegar na internet, acessar redes sociais, ouvir músicas e até mesmo executar alguns jogos pesados. Entretanto, travamentos ou lentidão podem ocorrer, se houver muitos aplicativos abertos ou no caso de execução de jogos em modos que exigem maior desempenho do hardware.

Características gerais

2--Xiaomi-Redmi-2-MSM8916-B3-B7-Dual-SIM-telefone-4-G-LTE-Quad-Core-4O Xiaomi Redmi 2 chegou ao Brasil originalmente nas cores branca e cinza e, como já aludido, tem design semelhante ao smartphone da Apple, o iPhone, apresentando laterais da parte posterior ligeiramente arredondadas, além de diversas opções para personalizar a tela inicial; vem dimensionado com peso de 134g, espessura de 9,2mm, tela TFT LCD de 4.7 polegadas com tecnologia IPS e resolução HD de 1280 × 720 pixels, densidade de pixels de 321 ppi e proteção contra riscos e quedas Dragontrail, a qual possui qualidade equivalente a tecnologia Gorilla Glass.

Tela e visibilidade sob luz solar

A tecnologia IPS contribui para a maior visibilidade de conteúdo, principalmente em ângulos não frontais, como também possui boa visibilidade sob a luz do sol. Para configurar a tela você deve procurar as ‘configurações adicionais’, na qual você encontrará a opção ‘cores e saturação’, dentro da qual serão encontrados diversos perfis, de modo que você possa escolher aquele que tiver mais de acordo com sua preferência. A temperatura de cores apresenta as opções quente, fria e padrão, ao passo que a saturação dispõe das opções brilhante e padrão. Além de que, também existe a possibilidade de configurar a temperatura, cores e saturação por meio de um assistente disponível no aparelho.

Câmeras

Xiaomi__imagensA câmera traseira possui sensor de 8 MP, sensor de retroiluminação, abertura focal de f/2.2 e foco automático, além de efeito HDR e flash LED, que são características que teoricamente possibilitam fazer boas imagens, mesmo em ambientes com pouca luminosidade, todavia o resultado que se espera, como imagens com cores nítidas e naturais, nem sempre são obtidas, mas nisto não difere muito da maioria dos smartphones de sua categoria.

Apesar de contar com a tecnologia HDR, que melhora a qualidade da imagem, o tempo de resposta para gerar uma fotografia com a utilização deste recurso é de 2 segundos, o que pode ser inconveniente, se você precisar de celeridade e, neste caso, você poderá desativar o recurso HDR e recorrer aos aplicativos de filtros, bem como aos ajustes finos manuais, se assim preferir. Outros recursos de câmera principal incluem estabilização digital, foco por toque, detector de sorriso, detector facial e etiqueta geográfica.

Por outro lado, a câmera frontal apresenta apenas 2 MP, os quais são insuficientes para se fazer boas selfies, apesar de produzir imagens de qualidade satisfatória, desde que feitas em ambientes bem iluminados. É dotada de um recurso bastante interessante, o ‘modo beautify’, que permite estimar a idade e identificar o gênero da pessoa fotografada e isso permite aplicar 36 filtros inteligentes, mais apropriados a cada imagem, de acordo com a idade da pessoa, suavizando traços e deixando a pessoa com aparência mais jovem. É um recurso interessante para pessoas de todas as idades, especialmente aquelas que desejam parecer mais jovens.

Outro recurso interessante deste smartphone, que também é observado no Moto G – 3ª Geração, é a capacidade de alternar as câmeras frontal e principal, sendo que, no Xiaomi Redmi 2, isto é feito mediante o deslizar do dedo na tela, assumindo o sentido de cima para baixo e em sentido inverso, e de modo análogo, também se acessa as configurações e opções de estilo disponíveis, ao deslizar o dedo da direita para a esquerda da tela.

Para obter imagens de alta qualidade no Xiaomi Redmi 2, é necessário fazer algumas configurações preliminares. Para isso, você deve acessar as configurações de sistema, onde você encontrará a opção câmera, clique em ‘qualidade de imagem’ e selecione ‘alta’. Pronto! O seu smartphone está configurado para obter a melhor qualidade de imagem em suas fotografias. Na opção câmera também é possível melhorar a qualidade do brilho, contraste, nitidez e saturação de cores.

Áudio, vídeo e jogos

XiaomiRedmi2--jigosUm componente que vai fazer falta para muitos usuários, especialmente os mais jovens, é o par de fones de ouvido, o qual, o usuário, se quiser ouvir música – em rádio FM – terá que comprar os fones em separado, já que este componente não vem junto com o aparelho, e o que agrava mais a ausência dos fones de ouvido é que os aplicativos de rádio FM de celulares e smartphones não permitem audição em viva voz, uma limitação que exclui os usuários que preferem ouvir rádio desta maneira. O não acompanhamento dos fones de ouvido é, certamente, um erro de marketing da empresa, já que dificulta a vida do usuário, que terá de ir atrás de um componente indispensável, para que possa completar seu aparelho e, assim, adequá-lo para utilização plena.

Por outro lado, o áudio produzido pelo autofalante deste smartphone tem qualidade mono acima da média, o que é bom tanto para quem prefere ouvir músicas sem fones de ouvido, pelo player de áudio, como também é bom para a qualidade das ligações telefônicas em viva voz, igualmente para ouvir música, simplesmente, além de que é dotado de microfone para redução de ruídos, o que é importante para aumentar a audibilidade da conversação ao telefone. Os formatos de áudio disponíveis são MP3, WAV, eAAC+ e FLAC.

Quando se trata de vídeos, a câmera traseira os grava em Full HD com resolução de 1920 x 1080 pixels, velocidade de gravação de 30 quadros por segundo (30 PFS), além de foco automático. Entretanto, não possui estabilizador de vídeo, o que lhe deixa na obrigação de evitar eventuais tremores nos braços que possam repercutir na qualidade da imagem. A câmera frontal, por sua vez, grava vídeos em qualidade HD com resolução de 1280 x 720 pixels, com a mesma velocidade observada na câmera traseira. O Player de vídeo pode executar arquivos nos formatos MP4, H.263, H.264 e WMV.

Para execução de jogos digitais, o Xiaomi Redmi 2 dispõe de uma GPU Adreno 306, que é mais recomendada para jogos leves, como o Candy Crush e o Clash of Clans, apesar disso, o dispositivo se comporta muito fluidamente na execução de jogos pesados, como o Need For Speed No Limits, o Airbone, o Angry Birds Go, o Temple Run 2, o Dead Trigger, o Dead Trigger 2, o Xenowerk, o Asphalt 7 e o Asphalt 8 e, o que contribui substancialmente para a execução de tais jogos é o fato de, como no iPhone, possuir software e hardware feitos um para o outro, embora seja necessário utilizar uma configuração que permita a redução no nível de detalhes para evitar pequenos e eventuais travamentos.

Hardware e conectividade

A sua configuração de hardware é constituída por um chipset Snapdragon 410 e CPU Cortex-A53 quadcore com clock de 1,2 GHz, GPU Adreno 306, memória RAM de 1GB e memória de armazenamento de 8 GB, dos quais 4,4 são destinados ao sistema operacional, mas existe a possibilidade de expansão mediante uso de cartão de memória micro SD de até 32 GB. Apresenta as conectividades 3G, 4G, Wi-Fi 802.11 b/g/n, Wi-Fi direct, Wi-Fi hotspots, Bluetooth 4.0, GPS com A-GPS e GLONASS e micro USB 2.0, como também slots para dois chips de operadoras, ambos, como já foi dito, com acesso à rede 4G. A velocidade de tráfego de dados pode atingir até 150 Mbps no download e 50 Mbps no upload.

Sistema operacional e interface

O Xiaomi Redmi 2 apresenta uma interface personalizada denominada Miui, que, apesar de ser baseada no Android 4.4 KitKat e do qual possui vários recursos adicionais, é densamente inspirada no iOS, da Apple. Além disso, o aparelho vem carregado de vários aplicativos pré-instalados, mas que, de modo nenhum interferem no desempenho do aparelho. Outros aplicativos poderão ainda ser adquiridos na loja virtual Google Play Store. Este móbile também disponibiliza a seus usuários 5 GB de espaço gratuito no serviço de nuvem da Xiaomi, o Mi Cloud, para que você possa guardar seus arquivos multimídia e configurações, sendo possível guardar até mesmo registros de chamada e mensagens de texto. A interface Miui 6 se destaca pela sua organização de ícones na tela inicial e aplicativos em pastas, como também podem ser excluídos pelo arraste do seu ícone até à lixeira, que surgirá na parte superior do aparelho.

Miui 7

Xiaomi-MIUI-7_1Uma das características da Miui 7 é que possui maior maleabilidade para customizar sua aparência, já que dispõe de quatro temas padrões de cores (ouro, azul, rosé e pink), além de milhares de temas opcionais disponíveis para instalação, e aditivamente conta com uma ferramenta, a MUSE, para criar temas com recursos visuais dinâmicos, de modo que permite modificar a interface e, assim, deixar o smartphone do seu jeito.

Outro recurso que se destaca na interface Miui 7 e já utilizado em outras marcas de smartphones, como os da Samsung e Microsoft, é o ‘Modo Criança’, que permite que você controle o conteúdo que os ‘pequenos’ terão acesso. E já que se falou de smartphones de outras marcas, algumas delas, como LG, Samsung e Sony terão a oportunidade de instalar a interface Miui e isto já é possível para alguns smartphones fabricados por estas companhias.

Outras características novas apresentadas pela Miui 7 são a resposta mais rápida aos toques na tela touchscreen e a compressão de dados online (texto, imagens e vídeos), o que auxilia na economia de até 50% no tráfego de dados, e consequentemente, menor consumo da franquia, e isto é especialmente útil em caso de rede de dados 3G, embora haja uma perda de qualidade em filmes do Netflix.

O Showtime é outro recurso presente na Miui 7 que representa um passo à frente no modo de atender chamadas, pois você poderá gravar um vídeo de 5 segundos, em vez de uma foto, para ser visto por seus amigos, quando estiverem lhe chamando.

Recursos especiais

Outro recurso semelhante ao que também é apresentado pelo Moto G – 3ª Geração é o modo não perturbe, mas que, no caso do Xiaomi Redmi 2 precisa ser antes configurado para sua utilização. Para isso, você deve entrar nas ‘configurações de sistema’, e depois em ‘não perturbe’ e, então, ative a primeira chave no alto da tela. Além disso, existem também as configurações opcionais de tempo ativo, bem como abrir possíveis exceções, admitidas ao usuário.

Recursos de acessibilidade

Xiami--acessibilidadeAcessibilidade é um quesito em que o Xiaomi Redmi 2 não passa em branco, já que vem dotado de um menu de acessibilidade, o qual sugere a instalação de aplicativos, como o TalkBack, que faz a leitura da tela e lê em voz alta, recurso importante para portadores de deficiência visual, e mesmo para quem prefere ouvir um texto, em vez de lê-lo. Isto também dá maior liberdade ao usuário, que não precisará expor seus olhos à radiação do aparelho. Entretanto, o aplicativo sintetizador de voz não apresenta opção para o Português brasileiro e, desse modo, você terá que ir ao site Google Play, baixá-lo, instalá-lo e fazer as configurações necessárias na interface e demais aplicativos, para, então, utilizá-los.

Todavia, algumas coisas não estão perfeitamente acessíveis, já que a leitura de alguns botões é feita através de números. Será necessário, portanto, que você verifique se há uma lista que forneça uma chave para identificação dos botões, que forneça a relação entre números e botões, como também verifique se tal lista existe online ou consta no manual, que provavelmente deve vir em arquivo PDF na memória do dispositivo.

E ainda quando se compara os recursos de acessibilidade do Xiaomi Redmi 2 com smartphones de outras marcas, como Motorola e Samsung, pode-se assegurar que não é a melhor das opções para portadores de deficiência, pois muito precisa ainda ser melhorado, apesar da recente versão Miui 7 apresentá-los ampliados.

Bateria

A bateria é removível e possui capacidade de carga de 2.200 mAh, apresenta ótima durabilidade, pois sua autonomia é de 24 horas de uso contínuo em uso moderado. O Xiaomi Redmi 2 possui duas maneiras de configurar o uso da energia disponível na sua bateria: o modo equilibrado e o modo performance. O modo equilibrado permite o uso moderado do dispositivo, embora sua escolha afete o desempenho do aparelho. O modo performance, por sua vez, preserva o desempenho de hardware, havendo, portanto, um consumo mais rápido da energia disponível. No modo equilibrado, para otimizar a utilização da energia disponível, o aparelho recorre a expedientes como a desativação de algumas conectividades, redução da intensidade do brilho de tela, bem como a otimização de aplicativos abertos em segundo plano, o que resulta 10% a mais no tempo de uso, cerca de 3 horas adicionais, além de contar com meios que otimizam a eficiência energética, como o controle da energia do processador.

A interface Miui, que é otimizada para o hardware do aparelho, também colabora para a maior autonomia de bateria, a qual é comparável, se não maior, à dos dispositivos Samsung ou LG, cujas interfaces proporcionam menor contribuição para a autonomia de bateria. Outra vantagem de sua bateria é que seu carregador possui a tecnologia Quick Charge 1.0, que possui a capacidade de acelerar o carregamento da bateria.

Assistência técnica

Já que a Xiaomi é uma empresa nova no mercado brasileiro de smartphones, convém considerar o quesito assistência técnica. Ela haverá no Brasil e inicialmente será disponibilizada por meio de atendimento remoto, caso não haja solução para o problema apresentado pelo cliente, será necessário enviar o aparelho para o setor de atendimento da empresa, restando somente aguardar a resposta e, neste caso, você precisará ter um segundo aparelho, principalmente se o smartphone for necessário para seu trabalho. A garantia oferecida pela Xiaomi é de 12 meses.

Comparações com smartphones da mesma marca

Xiaomi Redmi 2 Pro

Xioami redmi 2 e rdmi 2 pro-- diferencasQuando se compara o Xiaomi Redmi 2 com o Xiaomi Redmi 2 Pro, nota-se que o Redmi 2 perde em muitos quesitos, a começar pelas cores em que se apresenta. Não que o Xiaomi Redmi 2 Pro seja vendido em maiores variedades de cores aqui no Brasil, mas porque, na ocasião da compra, você terá direito a um conjunto de três capas protetoras confeccionadas nas cores, rosa, amarela e verde, o que conferem certa versatilidade ao seu visual, além das cores de fábrica, branca e cinza-escura, em que ambos são vendidos no Brasil. O Xiaomi Redmi 2 Pro ainda vem com a interface Miui 6, mas já se encontra disponível a versão mais recente, a Miui 7 que, evidentemente, também está disponível para o Xiaomi Redmi 2. Do ponto de vista de execução da interface mais recente, o Xiaomi Redmi 2 Pro certamente levará vantagem, já que poderá executá-la com mais fluidez, uma vez que possui configuração de hardware um pouco mais robusta.

Fundamentalmente, os dois aparelhos diferem na quantidade de memória RAM e memória interna, já que o Xiaomi Redmi 2 Pro apresenta memória RAM de 2 GB e memória de armazenamento de 16 GB, com possibilidade de expansão para até 32 GB mediante cartão de memória micro SD, observe que tais números representam o dobro do apresentado pelo Xiaomi Redmi 2. Nos demais quesitos, apresentam exatamente as mesmas especificações.

Comparação com smartphones de outras marcas

Zenfone 5

Quando se compara o Xiaomi Redmi 2 com o Zenfone 5, observa-se que são dois smartphones de custo-benefício muito semelhante. O Zenfone 5 possui uma relativa superioridade em alguns quesitos, como no tamanho da tela, já que vem dimensionado em 5 polegadas, peso de 145g e 10mm de espessura, portanto o Xiaomi Redmi 2 é menor, mais leve e mais fino, e isso lhe confere maior portabilidade e, como era de se esperar, também tem uma capacidade de bateria um pouco superior à do Zenfone 5, mesmo com uma tela que apresenta densidade de pixels também maior, o que poderia colaborar para reduzir sua autonomia, mas isto não ocorre.

Quando o assunto é câmera, os dois smartphones empatam na quantidade de pixels da câmera frontal e da principal, mas o Xioami Redmi 2 tem a vantagem, na câmera principal, de ter abertura focal um pouco maior, e isso favorece obter imagens de maior qualidade, além de possuir também estabilização digital da imagem fotográfica, o que o Zenfone 5 não apresenta. Em recursos de áudio também são muito idênticos.

Quando passamos a considerar a conectividade, o Xiaomi Redmi 2 dispara na frente do Zenfone 5, que, apesar de ser igualmente dual chip, não possui acesso à rede de dados 4G, o que significa dizer que também tem menor velocidade para download e upload, as quais, no Xiaomi Redmi 2, conforme a ordem apresentada, são de 150 Mbps e 50 Mbps, além de que possui a conectividade Wi-Fi direct.

A grande vantagem do Zenfone 5 é que possui o dobro de memória RAM (2MB), bem como o dobro da capacidade de expansão da memória (até 64 MB em micro SD), o que, ao menos teoricamente, tornaria esse aparelho mais indicado para quem deseja um aparelho para jogos digitais, todavia convém lembrar que o Xiaomi Redmi 2 é um smartphone com software otimizado para o hardware, o que lhe permite utilizar menos memória sem prejuízo no desempenho, sendo isso a sua principal qualidade.

Benchmark

Xiaomi Redmi 2 Geekbench BenchmarkQuando se usa testes de benchmark para avaliar o Xiaomi Redmi 2, nota-se que é superior a alguns smartphones, como o Moto E – 2ª Geração, Sony Xperia E4 dual e LG Prime Plus. Em termos de navegação na internet, seu desempenho é muito semelhante ao do Moto E – 2ª Geração e superior aos outros dois dispositivos anteriormente citados. Quando consideramos o desempenho e processamento gráfico, especificamente em jogos digitais, o seu desempenho é bom, sendo comparável ao desempenho do LG Prime Plus, para o qual perde por alguns pontos, mas é superior, igualmente por alguns pontos, ao Moto G – 2ª Geração que, por sua vez, é superior ao Sony Xperia E4 dual. Neste quesito, o que apresentou melhor resultado foi o Xiaomi Redmi 2 Pro.

Quando os testes consideram o desempenho conjunto de CPU, GPU e memória RAM, o Xiaomi Redmi 2 foi superior ao LG Prime Plus, mas foi inferior ao Xiaomi Redmi 2 Pro e ao Moto G – 2ª Geração. O Sony Xperia E4 dual apresentou desempenho semelhante ao LG Prime Plus, embora ligeiramente inferior.

Em resumo, se você quer um smartphone prioritariamente para jogos digitais com boa navegabilidade e bom desempenho de CPU, GPU e Memória RAM, o melhor dispositivo, dentre estes cinco considerados, é o Xiaomi Redmi 2 Pro, que apresenta um desempenho consideravelmente superior aos outros quatro, seguido do LG Prime Plus. O Xiaomi Redmi 2, por sua vez, apresentou um desempenho apenas mediano, mas com navegabilidade um pouco superior à do Xiaomi Redmi 2 Pro e este é o seu ponto forte. Portanto, se você prioriza a velocidade de navegação e conectividade 4G combinadas com o ótimo custo-benefício, o melhor é o Xiaomi Redmi 2.

Melhor Preço

Xiaomi_preco_atraente1O menor preço para o Xiaomi Redmi 2, modelo branco, você vai encontrar no site de vendas da Xiaomi por R$ 366,50 com 56% de desconto; o modelo cinza-escuro você vai comprar por R$ 379,48 com 44% de desconto e; os modelos rosa e amarelo e azul, por R$ 422,73 com 36% de desconto já subtraídos em cada caso. Cumpre observar que estes preços pesquisados foram obtidos a partir de links em anúncios no site das lojas Americanas, cujos preços são menores do que os constantes acessando diretamente o site da Xiaomi.

O menor preço para o Xiaomi Redmi 2 Pro, cinza-escuro, você vai encontrar no site Extra por R$ 699,00 com 5% de desconto já subtraídos, podendo ser parcelado em até 10 vezes sem juros de R$ 69,90 no cartão Extra. Você vai encontrá-lo também, por R$ 729,00, no próprio site da Xiaomi, o qual o poderá ser parcelado em 10 parcelas de R$ 72,90 sem juros.

Caso você tenha se interessado pelo Zenfone 5, smartphone de 5 polegadas da Asus, dual chip, mas sem acesso à rede 4G, porém apresenta também ótimo custo-benefício, saiba que o menor preço para este dispositivo, modelo branco, similar ao original, você vai encontrar no site Saldão da Informática por R$ 569,00 com 35% desconto já subtraídos, podendo ser parcelado em até 10 parcelas de R$ 64,64 com juros de 2,39% a cada parcela. Se você quiser adquirir o original, então opte pelo site das lojas Americanas, onde poderá ser adquirido por R$ 889,90 à vista ou em 10 parcelas de R$ 88,99 no cartão Americanas.

Conclusão

O maior ponto forte do Xiaomi Redmi 2 e do Xiaomi Redmi 2 Pro é o fato de apresentarem software otimizado para o hardware, à semelhança do que há muito tempo já faz a Apple em seus dispositivos. O Xiaomi Redmi 2 Pro, por apresentar configuração de hardware mais robusta, apresenta maior fluidez em aplicações que exijam maior desempenho gráfico. O fato de apresentar acesso à rede 4G nos dois chips é outro significativo diferencial do Xiaomi Redmi 2, além de atualmente poder ser adquirido a preço bastante amigável, já que está sendo vendido a preço promocional, pois, com isto, a Xiaomi deseja conquistar o consumidor, assim como fazer-se conhecida no mercado brasileiro. É isso! Até mais!!

Fonte: internet